myPOS blog Dicas

Gerir um negócio em casa [Tudo o que precisa de saber]

Todos ouvimos histórias famosas de pessoas como Bill Gates a começar o seu negócio a partir da garagem há tantos anos. Mas não é o único. Empresas como a Amazon e a Google começaram da mesma forma e só podemos maravilhar-nos com o quão longe chegaram desde os primeiros dias.

O impacto da pandemia Covid-19 em todo o Portugal forçou muitas pessoas a trabalhar a partir de casa. Alguns até concretizaram a ideia de começarem o seu próprio negócio a partir do conforto das suas casas.

No entanto, gerir um negócio a partir de casa não é necessariamente o mesmo que trabalhar a partir de casa. E há algumas coisas importantes que deve considerar. Vamos dar uma vista de olhos.

O que constitui gerir um negócio a partir de casa?

À medida que começa a sua jornada de negócios, desenvolvendo aquela ideia fantástica com que sempre sonhou, deve saber o que constitui gerir um negócio a partir de casa.

Primeiro tem de ser um negócio registado, seja em nome individual ou uma sociedade. Depois disso, tem de considerar o facto de estar a operar com base em lucros, não em ganhar um salário a trabalhar a partir de casa.

Como resultado, o seu motivo é diferente, e é isto que deve considerar. Como empresário, e dependendo do tipo de negócio que está a gerir, também terá de descobrir se vai contratar colaboradores ou trabalhar sozinho (como canalizador, eletricista ou esteticista, por exemplo).

Depois, há as legalidades que estão envolvidas, especialmente se possuir o imóvel e precisar de fazer quaisquer modificações estruturais e materiais para que o seu negócio seja gerido de forma mais suave. Outras considerações são os seus vizinhos e o efeito que o seu negócio pode ter sobre eles.

Se está apenas a trabalhar no seu computador pousado em cima da mesa da cozinha ou da sua cama, isso não deve constituir um problema. No entanto, se tem camiões ou clientes a visitá-lo regularmente ou se exibir uma placa com o nome da sua empresa na sua propriedade, esta situação precisará de alguma consideração mais cuidadosa. Mas já lá chegaremos.

Vantagens e desvantagens

Gerir um negócio a partir de casa pode vir com vários prós e contras. Aqui, exploramos alguns destes para que tenha uma melhor compreensão de se este é o caminho que realmente quer tomar.

Pesando os dois lados, poderá tomar uma decisão mais informada. Então, sem mais demoras, aqui está a nossa lista:

Vantagens

  • Menos custos gerais (tais como taxas de armazenamento)
  • Potenciais deduções fiscais a reclamar
  • Pode vender produtos ou serviços localmente ou internacionalmente
  • Pode desfrutar de um equilíbrio mais flexível entre a vida profissional e a vida pessoal
  • Criar um negócio familiar

Desvantagens

  • Pode ser necessária conversão de espaço em sua casa (com as permissões associadas e custos adicionais)
  • Cumprimento de quaisquer regulamentos relativos ao empresa que pretende iniciar
  • O seu negócio pode ultrapassar a sua casa
  • Achar a experiência solitária e até mesmo sofrer de solidão.

Como empreender a partir de casa

Gerir um negócio em casa requer alguma preparação

Com tudo isto dito, decidiu que empreender a partir de casa é perfeito para si.

Quais são os seus próximos passos? Há várias coisas que deve considerar antes de começar.

Permissões

Começaremos com a propriedade em si. Se estiver a arrendar o seu imóvel como inquilino, vai precisar de obter a permissão do seu senhorio para realizar as suas atividades de negócio.

Por outro lado, se é o proprietário do imóvel mas tem uma hipoteca sobre ele, pode precisar de falar com o seu credor para ver se haverá alguma mudança nas condições do empréstimo para que possa prosseguir.

Às vezes, pode ter de pagar custos adicionais para este fim. Mas, além disso, também precisará de determinar se o seu imóvel necessita de alterações materiais ou de forma substancial (seja no interior, exterior ou ambos) e, em seguida, obter permissão das autoridades locais.

No que diz respeito ao gabinete de planeamento local, isto será necessário se estiver a alterar a sua casa. Entretanto, será necessária a autorização da autarquia se tiver “muitos clientes ou entregas, pretender fazer publicidade fora de casa ou se precisar de uma licença para gerir o seu negócio”.

Pagamentos

Dependendo do tipo de negócio que vai gerir a partir de casa, é importante poder aceitar pagamentos online. O processamento de pagamentos online com cartão pode ser feito de várias formas, alguns dos quais são pedidos de pagamento, links de pagamento, botões e tags.

E se está a considerar experimentar o modelo dropshipping, poderá estar interessado em criar uma nova loja online onde possa escolher um tema elegante, adicionar os seus produtos e começar a vender na web a partir do conforto da sua casa.

Seguro

Só porque está a empreender a partir de casa, não significa que só deva confiar no seguro da casa. Na verdade, o seguro de casa pode ter cobertura se estiver a gerir o seu negócio a partir de sua casa.

Como resultado, terá de considerar a obtenção de um seguro de negócios como seguro de responsabilidade civil, seguro de trabalho (se estiver a planear empregar outros funcionários além de si), etc.

Subsídios fiscais

Se for um comerciante em nome individual ou sócio numa parceria, pode incluir os seus custos de negócio na sua declaração de impostos. Alguns custos que pode reclamar (a uma taxa fixa para despesas simplificadas admissíveis) incluem coisas como o imposto municipal, aquecimento, iluminação, chamadas telefónicas e banda larga.

Os montantes que poderá divulgar e depois reclamar serão afetados pelo número de horas que passa a trabalhar a partir de casa. Por exemplo, considere se vai realizar o seu negócio durante mais de 25 horas por semana ou menos.

No entanto, lembre-se que também poderá ter de pagar o Imposto sobre Mais-Valias sobre essa parte do seu imóvel que utilizou para fins comerciais se decidir vender a sua casa.

Tarifas de negócio

Além do acima indicado, também pode ser obrigado a pagar taxas relativas à parte do seu imóvel que usa para o seu negócio.

Observações finais

Empreender a partir de casa com uma pequena empresa vem com o seu próprio conjunto de regras, regulamentos e requisitos e deve informar-se sobre eles para garantir que está do lado correto da lei.

À medida que considera aumentar o seu negócio, pode ser necessário mudar-se para instalações maiores e mais comerciais. Mas ao iniciar o seu negócio a partir de casa, deve organizar os seus negócios antes de prosseguir, quer venda de produtos quer faça prestação de serviços.

Disclaimer: Tenha em atenção que o conteúdo deste artigo e do Blog myPOS, em geral, não deve ser interpretado como legal, monetário, fiscal, ou nenhum outro tipo de aconselhamento profissional. Deve sempre consultar um profissional antes de tomar uma atitude, uma vez que esta situação em particular pode diferir materialmente de outros casos.

Partilhar esta publicação:

Publicações relacionadas

Fale connosco
Cookie

Selecione a sua preferência de cookies

2-3